Desperdício Alimentar & Resíduos

Tag

[GRI 301/103-1, 306/103-1] Assumimos responsabilidade pela proteção do ambiente e dos seus recursos naturais. Enquanto retalhista, a redução de resíduos e o combate ao desperdício alimentar assumem para nós um papel principal. É evidente o nosso contributo, através do compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Sustainable Development Goals, SDGs) das Nações Unidas (United Nations – UN): o objetivo é reduzir para metade, até 2030, o desperdício de alimentos per capita a nível mundial e reduzir substancialmente a criação de resíduos (SDG 12, Produção e consumo sustentáveis). Nós contribuímos para cumprir este objetivo.

A nossa abordagem

[GRI 301/103-2, 306/103-2] Seguimos a hierarquia dos resíduos, composta por cinco níveis: prevenção, preparação para a reutilização, reciclagem, outros tipos de recuperação e eliminação. Para evitar resíduos, por exemplo, recorremos na logística a sistemas reutilizáveis, como caixas de transporte para artigos de frutas e legumes. Analisamos quais os materiais reutilizáveis e promovemos a sua reciclagem, como por exemplo, nos materiais das embalagens de cartão ou plástico. Materiais não recicláveis são valorizados por via térmica nas centrais de incineração. Em último lugar, encontra-se a eliminação. Na Alemanha, seguimos esta hierarquia de forma consequente: a nossa taxa de reciclagem ascende aos 99 por cento (ver indicadores quanto aos resíduos). Também na Bélgica, mais de 90 por cento dos resíduos são reciclados ou, no caso dos resíduos orgânicos, fermentados.

No nosso sector, as embalagens (cerca de 82 por cento), nomeadamente as embalagens secundárias, e bens alimentares não vendáveis correspondem à maior parte dos resíduos/desperdício alimentar. Com o aumento do volume de vendas, também o volume de resíduos aumenta. Para otimizar a nossa gestão dos resíduos, criámos na Alemanha, em 2017, um cargo novo: o de responsável pela gestão de resíduos.

Além disso, estamos a elaborar uma Diretiva Internacional de Redução do Desperdício Alimentar. A publicação estava prevista para o final de 2017. Contudo, os diferentes enquadramentos nos vários países ALDI Nord e futuros requisitos da UE exigem uma prorrogação do prazo para publicação da mesma.

Organização & Responsabilidades

[GRI 301/103-2/3, 306/103-2/3] A gestão dos resíduos e o combate ao desperdício alimentar são geridos e organizados através de uma abordagem interdisciplinar. Em todo o grupo empresarial, os responsáveis dos Departamentos CR, Logística e Qualidade trabalham em conjunto para desenvolver conceitos estratégicos, objetivos e medidas. A coordenação entre as sociedades ALDI nos respetivos países é conduzida pela unidade especializada de logística da ALDI Einkauf. O Departamento de Corporate Responsibility (CR) é auscultado em caso de necessidade. O responsável pela gestão de resíduos troca ideias com os responsáveis nos países ALDI Nord, bem como com prestadores de serviço externos para continuar a otimizar os fluxos específicos. As experiências na gestão de resíduos na Alemanha podem assim contribuir para melhorias ao nível de todo o grupo empresarial.

Diretrizes & Regulamentos

[GRI 301/103-2/3, 306/103-2/3] A Diretiva-Quadro relativa aos resíduos define a gestão dos resíduos para todos os países do grupo empresarial. Em 2017, o ALDI Nord Alemanha trabalhou na implementação do Decreto alterado e relativo aos resíduos industriais para corresponder à hierarquia dos resíduos exigida no âmbito da Lei da Economia Circular. No âmbito da implementação do decreto relativo aos resíduos industriais, a unidade especializada de logística elaborou documentos de formação para as nossas sociedades regionais. Os responsáveis de logística são responsáveis pelo cumprimento das diretrizes definidas nos mesmos.

Progressos & Medidas 2017

[GRI 301-103-2/3, 306/103-2/3] As sociedades ALDI nos países trabalham há vários anos com bancos alimentares nacionais. Expandimos esta colaboração de forma contínua. Em 2017, 75 por cento das nossas lojas doaram bens alimentares que já não eram vendáveis, mas podiam ainda ser consumidos (2016: 65 por cento).

Em 2017, aderimos na Alemanha à iniciativa europeia REFRESH (“Resource Efficient Food and dRink for the Entire Supply cHain“). O projeto aborda questões como evitar e aproveitar resíduos alimentares em todos os níveis da cadeia de valor. Na Holanda, participamos em dois projetos de investigação. Em todos os países, estamos empenhados no Combate ao Desperdício Alimentar.

Objetivos & Status quo

[GRI 306/103-2/3] Em 2015, definimos no nosso programa CR o objetivo de desenvolver uma diretiva relacionada com a gestão de bens alimentares nas lojas que já não são comercializados mas podem ainda ser consumidos. Esta diretiva ainda está a ser elaborada.

Os nossos objetivos do programa CR

Área de atuação: Empenho Social & Promoção do diálogo

Objetivo Status atual
Data do objetivo Valor do objetivo Relevância do objetivo
Introdução de uma diretiva relacionada com a gestão de bens alimentares que já não são comercializados em elaboração 2017 Elaboração e introdução Grupo empresarial

Objetivo cumprido   Processo contínuo

Indicadores

Doações de bens alimentares [GRI 306-2]

Percentagem de lojas que doam bens alimentares não vendáveis mas que ainda podem ser consumidos a instituições de caridade face ao total de lojas

De forma a evitar o desperdício, planeamos os nossos fornecimentos de forma consciente. Eventuais excedentes devem ser doados, na medida do possível. No entanto, nem sempre estão disponíveis em todos os locais parceiros que possam aceitar as doações de bens alimentares.

  2015 2016 2017  
Bélgica/ Luxemburgo1 100,0 100,0 100,0
Dinamarca 3,6 3,6 18,1
Alemanha 98,1 99,1 99,0
França 23,4
Holanda 28,7 74,2
Polónia 4,8 24,6 38,7
Portugal 8,5 25,0 31,6
Espanha 76,5 75,4 76,1
Grupo empresarial 61,5 65,2 75,4

1 Os dados referentes às sociedades juridicamente independentes do grupo empresarial ALDI Nord na Bélgica e no Luxemburgo foram agregados para fins de simplificação (ver “Sobre este relatório“).

Produção de resíduos na Alemanha [GRI 306-2]

Produção de resíduos por tipo de resíduo (em toneladas)1

Na Alemanha, a quantidade de resíduos aumentou ligeiramente face a 2016, devendo-se a maior parte da nossa produção de resíduos a resíduos de embalagens. Os resíduos perigosos, com 420 toneladas, representam apenas cerca de 0,2 por cento da quantidade total de resíduos. Destes fazem parte sobretudo óleos usados, filtros de óleo, baterias de automóveis e lâmpadas fluorescentes, que contêm mercúrio. Os dados só podem ser levantados para as localizações na Alemanha. O processo da recolha de dados deverá ser alargado a outros países do grupo empresarial nos próximos anos.

  2015 20162 2017
Resíduos perigosos 493
414 420
Papel/Cartão/Cartolina 432
450 400
Resíduos urbanos3 22 129
22 320 24 550
Resíduos provenientes da produção e transformação de produtos alimentares4 8173
11 102 11 343
Resíduos de embalagens 156 580
161 290 164 000
     dos quais películas/plásticos 3986
3578 3432
     dos quais cartão/papel 121 331
125 174 128 549
     dos quais PET 31 264
32 538 31 864
     dos quais outros5 155
Equipamentos usados 70
56 52
Quantidade total de resíduos 187 878
195 632 200 765

1 Os dados baseiam-se parcialmente em estimativas e extrapolações.
2 Devido a comunicações complementares para o ano de 2016, foram efetuadas atualizações face ao relatório do ano anterior.
3 Resíduos industriais. Destes fazem parte, entre outros, “lixo residual”, bens alimentares embalados, resíduos de grande dimensão, madeira e sucata metálica.
4 Destes fazem parte resíduos do funcionamento das cantinas e produtos “Bake-Off”.
5 Destes fazem parte outros tipos de resíduos de embalagens, como por exemplo, vasos ou copos para plantas. Esta categoria foi definida pela primeira vez em 2017.

Quantidade de resíduos por tipo de reciclagem [GRI 306-2]

Quantidade de resíduos em proporção por tipo de eliminação na Alemanha (em percentagem)1

 Com uma taxa de reciclagem de 99 por cento em 2017, a maioria dos resíduos não perigosos foi reencaminhada para reutilização, ou seja, reciclagem (inclusive compostagem).

1 A imputação por tipos de eliminação baseia-se parcialmente em estimativas
2 Inclusive incineração para recuperação de energia.

Quantidade de resíduos por tipo de reciclagem [GRI 306-2]

Quantidade de resíduos em proporção por tipo de eliminação na Alemanha (em percentagem)1

Com uma taxa de reciclagem de 99 por cento em 2017, a maioria dos resíduos não perigosos foi reencaminhada para reutilização, ou seja, reciclagem (inclusive compostagem).

  2015 2016 2017
  Alemanha Alemanha Alemanha
Reutilização e Reciclagem2 96,38 96,80 96,76
Deposição em aterro 0,03 0,02 0,18
Incineração (incineração em massa) 1,54 1,08 0,85
Compostagem 2,06 2,10 2,20

1 A imputação por tipos de eliminação baseia-se parcialmente em estimativas.
Inclusive incineração para recuperação de energia.

Conteúdos adicionais
Os países ALDI Nord
Sempre em movimento – a ALDI Holanda

Em 2017, a ALDI Holanda contribuiu muito para apoiar os seus clientes na promoção de um estilo de vida saudável e sustentável. Mas também a proteção ambiental e do clima assume um papel importante.

Os países ALDI Nord
Com a energia do sol – a ALDI Portugal

No Oeste da Europa Continental encontra-se a ALDI Portugal com 57 lojas. Aqui, o fotovoltaico e o empenho social assumem um papel muito importante.

Destaques
Numa missão de salvamento

Na Europa, milhões de alimentos acabam todos os anos no lixo. Este não é apenas um problema ético. Deitar fora comida também significa desperdiçar recursos valiosos. Na nossa opinião, é necessário pôr fim ao desperdício.

Destaques
Ações por uma boa causa

Com numerosos projetos sociais, a ALDI Portugal empenha-se pelos mais necessitados. Em 2017, juntaram-se a vários novos parceiros. Em conjunto, apoiamos sobretudo famílias, pessoas sem-abrigo e crianças.

Destaques
Descartar não é o caminho certo

É um objeto de culto: o saco de plástico do ALDI Nord. Contudo, perante as ilhas de plástico no mar, as praias cheias de lixo e os microplásticos no ambiente, está claro para nós que o saco de utilização única já deu o que tinha a dar.

Temas principais
Embalagens & Economia Circular

As embalagens são indispensáveis para garantir a segurança e a qualidade do produto. Por isso, apostamos em materiais reciclados e em sistemas reutilizáveis.

Temas principais
Mobilidade & Logística

Para que os nossos clientes possam encontrar diariamente produtos frescos e prateleiras cheias, as mercadorias são transportadas todos os dias dos nossos centros logísticos para as lojas.

Destaques
Holanda: a luta contra a sopa de plástico

A nível mundial, por minuto, é descarregada no mar a carga completa de um camião cheio de plástico. A Fundação holandesa Plastic Soup Foundation estabeleceu como missão pôr um termo a este fenómeno. E nós apoiamos essa missão!

Temas principais
Proteção do clima

Comprometemo-nos com a redução das consequências da nossa atividade comercial no clima. Em 2015, definimos o objetivo de agir em prol do clima na nossa Política CR.